30.1.08

nostalgia da infância


Acolhida por um sentimento no mínimo nostálgico, dei por mim a rebuscar o youtube por episódios da ana dos cabelos ruivos. Lembro-me dessa altura como quem se lembra de bolos quentes a sair do forno e de banhos longos com gargalhadas infantis e a casa de banho cheia de poças de água e espuma. Hoje sou eu que acelero os banhos, porque já estão a demorar muito tempo. Sou eu que limpo as poças e resmungo entredentes. Naquela altura achava a minha mãe uma chata por fazer isso. Não quero ser chata. Será tarde demais para não querer ser adulta?


Alguém um dia me disse que quando ouve falar de nostalgia de infância leva imediatamente a mão à carteira. Hoje é um desses dias. Não confiem em mim, que eu estou com a cabeça enfiada no baú das recordações.

2 comentários:

CP disse...

A amiga dela a Diana é que era espectacular. Matava sempre as personagens porque n sabia o que haveria de fazer com elas. Muito bom!
É uma boa série mas penso que no baú há melhores.
*.ouve-se em surdina Os 3 mosqueteiros com a voz do Miguel Guilherme.*

ML disse...

É a ler posts como estes que sabemos como ainda somos crianças. Não por tomarmos banhos longos. Não, isso é legítimo. Nem que seja porque eu gosto e quero. Mas porque volto e meia perco o meu tempo a rever esses desenhos animados. Não a Ana, claro. A Ana é para meninas. E, não, eu não fico a giggling myself silly na casa de banho :P